• Daniel Menezes Gil

Período de incertezas à frente

A economia mundial está sendo muito afetada pela pandemia do COVID-19, diferenciando-se apenas pela época de detecção e implantação das políticas de combate a essa doença adotadas por cada país.

Os efeitos das políticas estão sendo enormes nas economias e o ponto principal como consequência é a dificuldade de estabelecer um cenário quanto as futuras expectativas para o desempenho dos mercados.

A primeira questão está relacionada a ser uma doença nova com reflexos nunca antes vistos para a saúde das pessoas e a sua previsibilidade de cura em função da inexistência de medicamentos e uma vacina que combata seus efeitos nos humanos.

Como outra consequência vemos a paralisia dos mercados, com o fechamento das empresas para reforçar o isolamento social e com isto a proteção as pessoas e minimizar a transmissão do vírus.

Portanto, os técnicos e economistas, estamos tendo muita dificuldade de estabelecer uma previsibilidade do que ocorrerá na economia, pois a cada semana que se passa, somam-se novos dados e efeitos que influenciam as previsões feitas até então.

Para exemplificar, abaixo segue uma tabela com os dados publicados desde janeiro/2020 pelo Boletim Focus, do Banco Central do Brasil e que demonstram esta dificuldade.


Para esta exemplificação, avaliei as projeções para o PIB e a Produção da Indústria feitas no Boletim Focus, publicado pelo Banco Central do Brasil e compilei num único gráfico.

Como demonstra este gráfico, a partir de março/2020, a estimativa para o PIB e a atividade do Setor Industrial vem sofrendo quedas nas suas sequencias para as expectativas quanto ao desempenho em 2020, e no último Boletim, publicado em 17/abril/2020, o PIB foi estimado em -2,96% e o comportamento da Indústria em -2,25%, para o final de ano.

Este Boletim é divulgado semanalmente e provavelmente teremos números piores para as próximas divulgações pelo forte impacto que a doença vem causando na economia, independentemente de aprovar ou não as ações públicas aplicadas até o momento.

Aos empresários e tomadores de decisão, é importante estarem muito atentos aos próximos acontecimentos para a elaboração de seus Planos de Contingências, pois o cenário de retorno deverá ser, ainda, de muitas dificuldades, uma vez que a incerteza é o fator mais aparente neste momento nos mercados, investidores e nos consumidores.

Para outro artigo, abordarei esse assunto da incerteza nos mercados, a exemplo da oscilação do preço do petróleo.

Daniel Menezes Gil

Economista

0 views

© 2023 por Consultoria estratégica. Orgulhosamente criado por Wix.com