• Daniel Menezes Gil

Valuation 2

Neste momento, de período em que algumas localidades os governos começam a flexibilizar as políticas de restrição social relacionadas a pandemia do COVID-19, tenho percebido dificuldades de algumas empresas em continuarem suas operações por efeitos diversos relacionados a este surto na saúde como: perda de total ou parcial das vendas, manutenção dos custos fixos na condição de perda de faturamento, custos com dispensa de colaboradores, necessidade de capital de giro, entre outros.

Por estas questões, também venho notando muito interesse por saberem e entenderem sobre valorização, isto é, “valuation” de suas empresas.

O processo de valuation não é apenas uma ferramenta para estabelecer o valor da empresa em um processo de comercialização de ativos, ele também é um grande instrumento para colocar em prática o planejamento da empresa.

O processo de valoração da empresa tem a finalidade de atender aos interesses dos proprietários, acionistas e investidores, e considerando o objetivo destes em maximizar o valor da empresa e melhorar seu desempenho.

Uma forma de contribuir com este propósito é auxiliar nas decisões em direção ao “crescimento do valor da empresa”, de forma objetiva, em favor dos seus sócios e demais apoiadores à operação da organização.

Para atender este propósito, o processo depende da realização de projeção da operação da empresa, a utilização das informações contábeis, premissas da organização, além de dados do mercado e da macroeconômicas, são importantes para apoiar a eficácia deste procedimento, isto é, uma leitura com critérios para as expectativas do segmento e assim auxiliar na tomada de decisões.

Esta é uma contribuição sobre o tema.

Daniel Menezes Gil

Economista


0 views

© 2023 por Consultoria estratégica. Orgulhosamente criado por Wix.com